Multilinguismo

Muitos indígenas falam ou entendem mais de uma língua. Em algumas comunidades, falar várias línguas é comum. Esse fenômeno é conhecido como multilinguismo.

É possível até encontrar, numa mesma aldeia, pessoas que só falam sua língua materna, outros que só falam o Português e outros ainda que são multilíngues. Essa multiplicidade geralmente não é um impedimento para que diferentes povos vivam em um mesmo território, troquem coisas, façam festas ou estudem juntos.

Um bom exemplo são os povos falantes de línguas da família Tukano Oriental, que vivem em grande parte ao longo do Rio Uaupés, na fronteira do Brasil com a Colômbia.

Nessas comunidades, os casamentos geralmente acontecem entre pessoas que falam diferentes línguas e, por isso, ao longo da vida as crianças acabam aprendendo pelo menos duas línguas: uma com a mãe e outra com o pai! Na região também são faladas línguas francas e línguas gerais, como o Português, o Espanhol e o Nheengatu.

Pela importância que as línguas possuem na transmissão de conhecimentos entre gerações, o multilinguismo é fundamental para a história dos povos de língua Tukano. Falar mais de uma língua, no caso dos povos indígenas, é aprender novos conhecimentos associados a cada uma delas!

Frases e palavras em Tuyuka

Os Tuyuka vivem no norte da Amazônia, próximos ao Rio Negro e ao rio Uaupés.

As crianças tuyuka falam pelo menos duas línguas, o Tuyuka, que é a língua do pai, e a língua da mãe, que costuma ser o Tukano.

Você já ouviu alguma palavra em Tuyuka?

Assista ao vídeo e descubra frases e palavras na língua tuyuka!


Agradecemos ao Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) pela edição deste vídeo.

Recadinhos

Arthur Ian ter, 19/06/2018 - 08:29

gatos lindos

gatos lindos